O plural do meu coração singular

Tumblr_l7v8aqoojy1qbdznpo1_500_large

Sempre me senti um pouco diferente, não que isso seja estranho, com o tempo percebi que isso é absolutamente normal na minha idade. É estranho saber disso. Porque eu não posso simplesmente não me importar? Eu deveria estar pensando na prova de amanhã ou em qualquer coisa que me faça sentir mais bonita. Não consigo. Meu ego é apenas um disfarce de tudo que sinto por dentro.

Desde que comecei a escrever, todas as minhas palavras tentaram descrever algo que eu ainda não tenho certeza que existe. Minha imaginação é fértil, e o meu coração também – pelo menos costumava a ser. Pessoas, simples pessoas que talvez hoje nem saibam da minha existência se tranformaram em personagens, com características, atitudes e sentimentos criados por mim. Mas, isso já não faz tanta diferença, meus sentimentos nunca duram para sempre. A história sempre acaba na metade.

Sei que quando o sentimento acaba, a pessoa continua.
Só ainda não aprendi a aceitar isso.

texto de : Bruna Vieira.

@viajantejeans

0 Responses to “O plural do meu coração singular”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Verdade Feminina

A arte de saber a hora de se apegar e a hora de deixar

"Paraibana, modelo, detesta o meio termo. Pra mim só existe o sim, ou o não; O preto ou o branco. Odeio quem fica em cima do muro, ou ter que ficar em cima dele."

welcome

  • 550.545 acessos diários

" se tudo que quiséssemos acontecesse de uma hora para outra. Teriamos respostas para todas nossas perguntas e dúvidas, saberiamos o verdadeiro significado do amor e porque o céu é azul! "

Sabe quando você sente que precisa escrever mas não escreve porque tem medo de sentir?

Procurando

Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

@viajantejeans

Contato ,dicas & criticas

jeansviajante@hotmail.com

%d blogueiros gostam disto: