É só acreditar – Parte XI

Tumblr_lal62gsib01qag4jso1_500_large_large

( leia a parte X aqui )

A gente ia sempre, pra todos os lugares, cada flash era importante pra nós… o tempo… os dias iam se passando! Eu ia ficando com saudade de casa, com saudade de tudo.

Só faltavam 10 dias…

Hoje eu estava meio triste, porquê eu já tinha largado o emprego, agora eu tinha que resolver as coisas pra minha volta… a gente marcou uma confraternização. Uma não! na verdade era duas, marcamos com a família, e amigos mais sérios… e outra pros amigos do rolê.

O da família é hoje… eu estava emocionada, eu não conseguia agradecer corretamente ou encontrar palavras para os pais que cuidaram de mim durante áqueles três meses. Hoje foi um dia pra eu pensar de tudo que vivi ali na austrália… o quanto eu quis isso, e o quanto eu faria tudo de novo.

Eu tinha percebido que o que havia entre eu e o marth ,meu namorado, tinha se passado. Eu não sabia como… mas tudo tinha brochado! Eu já não sentia tanta falta, com um tempo fui me acostumando e vi que eu não queria ele agora…. resolvi ligar pra ele. Eu precisava, mas eu não ia contar agora…

– oi amor , tudo bom?!

– tudo, amor.

– cê tava dormindo?

– tava sim

– desculpa…

– Eu quero te dizer que depois precisamos conversar, daqui a 10 dias…

– nossa, tô com medo.

– (risos), olha obrigado por tudo que você fez por mim todo esse tempo

– o que você quer dizer?

– 10 dias pra conversarmos tá?

– ta bom, eu já imagino o que seja, eu te amo.

– é… tchau! beijo

eu não conseguia dizer que o amava… isso era ficticio pra mim. Eu tomei meu banho pra festinha da familia… deu a hora e os convidados já estavam chegando… eu estava pronta. Escutei um “toc toc” na porta, pedi pra entrar e era o marth. Ele fechou a porta em seguida.

– Posso sentar aqui na cama?

– claro que pode

– eu quero que você sente aqui do meu lado também… disse ele.

– então tá, sentei.

– eu tenho medo.

– medo?! medo de quê?

– medo de que você vá, e eu fique infeliz. Medo de não poder-mos mais se ver… de sei lá.

– eu também tenho medo. Medo de sentir sua falta, e de não ter feito o que deveria ou o que não deveria.

– Eu aprendi a te amar durante este tempo que você morou comigo… obrigado

ele falou olhando pra mim, eu olhei pra ele e vi lágrimas! não consegui acreditar ,ele pegou suas duas mãos, colocou-as em minha bochechas e se aproximava … se apxoximava… eu não queria mais evitar. Eu sentia ele, ele começou beijando minha bochecha…minha testa…meu queixo….e a minha boca. Ele me dava selinhos… me deixava com vontade, ele apenas tocava de leve, e voltava, tocava de leve, e voltava. Começamos a rir… enfim ele me beijou! a boca dele era doce como um chocolate…como um bombom. Eu só tinha vontade de mais … mais e mais…

Bateram na porta, nos acomodamos rapidamente. NINGUÉM poderia saber. Finji que estava arrumando meu cabelo e ele sentado esperamos.

– Tá na hora de descerem …deçam rápido, já vou servir o jantar!, disse a “mamãe sophia”

– tá bom, estamos indo.

Continua…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Verdade Feminina

A arte de saber a hora de se apegar e a hora de deixar

"Paraibana, modelo, detesta o meio termo. Pra mim só existe o sim, ou o não; O preto ou o branco. Odeio quem fica em cima do muro, ou ter que ficar em cima dele."

welcome

  • 550.541 acessos diários

" se tudo que quiséssemos acontecesse de uma hora para outra. Teriamos respostas para todas nossas perguntas e dúvidas, saberiamos o verdadeiro significado do amor e porque o céu é azul! "

Sabe quando você sente que precisa escrever mas não escreve porque tem medo de sentir?

Procurando

Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

@viajantejeans

Contato ,dicas & criticas

jeansviajante@hotmail.com

%d blogueiros gostam disto: