O que ser daqui pra frente?!

Tumblr_lfjmdx3pdg1qd28soo1_500_large

Ano de vestibular é aquela loucura. Concentração, disciplina, pressão… Tudo misturado para nos deixar cada vez mais irritados e preocupados. Como se já não bastasse as trezentas horas de estudo para tirar uma boa nota no ENEM e entrar para uma faculdade federal, esse é o ano da maior escolha de nossa vida: a escolha de uma profissão.

Desde pequena, eu já sabia que queria fazer apenas uma coisa pelo resto da minha vida: escrever. Mas não é assim com todo mundo. A maioria das pessoas passa anos pulando de galho em galho, escolhendo e desistindo de profissões e quando chega no terceiro ano entra em desespero porque não faz a menor ideia do que quer fazer da vida.

Calma, amigo! Isso tem solução.

A primeira coisa a se fazer é respirar fundo. Ninguém consegue tomar uma decisão tão importante com os nervos à flor da pele, não é mesmo? Tranquilidade estabelecida, agora é hora de colocar a mão na massa. Pegue um papel ou abra uma página do Word e escreva:

1. Todas as coisas em que você é bom ou que gosta de fazer.

E não existe essa de não ser bom em nada. Todo mundo tem um talento, mesmo que não se dê conta disso. Às vezes, é algo tão simples que você nem classifica mais como uma habilidade! Pode ser a facilidade com contas ou o gosto pela leitura ou ainda pela organização. Seja o que for, anote.

Se, mesmo assim, você não conseguir pensar em nada, peça ajuda. Fale com alguém que te conheça muito bem, como seus pais ou seus amigos, e pergunte. Você pode acabar descobrindo uma habilidade que passou despercebida.

2. Suas características.

Isso mesmo! Suas características são extremamente importantes na escolha de uma profissão. Afinal, você não pode ser um psicólogo impaciente, ou um cirurgião sem habilidade com as mãos.

Escreva tudo o que vier à mente. Se você é bom em lidar com as pessoas, se prefere trabalhar sozinho, se gosta de escrever… Você pode pedir ajuda com essa também, mas é legal escrever o máximo sobre si mesmo quanto conseguir. Autoconhecimento é uma arma poderosa.

3. O que você nunca gostaria de fazer em um trabalho.

Odeia contas? Passa mal com sangue? Se sente preso em um escritório?

Coloque tudo no papel. Quanto mais “odeio”, melhor. Só não vale trapacear. Colocar que odeia chefes, não dá, não é? Até você conquistar o sucesso profissional, vai ter que se submeter à alguém que está na luta há bem mais tempo.

4. Analise, pesquise, risque.

Montado o seu perfil, já dá para ter uma noção de quais profissões combinam com você e de quais você vai querer passar longe.

Busque uma lista de profissões e vá anotando aquelas que superaram os seus “nunca” e se encaixam nas suas características e gostos. Com uma lista reduzida, vai ser bem mais fácil trabalhar, certo?

5. Pesquise mais um pouco.

Agora que você já sabe quais profissões combinam com sua personalidade, é hora de pesquisar um pouco mais sobre cada uma delas. Procure na internet, leia livros e revistas para vestibulandos, procure vídeos com entrevistas, vá fundo. Quanto mais você souber sobre cada curso, melhor.

Não se esqueça de dar atenção à coisas básicas como salário médio (inicial e o quanto ele pode evoluir) e cargos que você pode ocupar uma vez que estiver trabalhando. Dinheiro não é o mais importante, mas se você estiver em dúvida, ele vai ser sempre um pró. Além disso, uma carreira onde você possa ser promovido vai te motivar a dar sempre seu melhor.

6. Escolhendo sua profissão.

Depois da pesquisa, corte mais um pouco. Veja o que não te agrada em cada carreira e elimine as que você não gostar. Se ainda restar mais de uma opção, faça uma lista de prós e contras. Pode parecer meio clichê ou infantil, mas a lista vai ter dar uma visão comparativa sobre cada parte das profissões.

Dica: O site Guia do Estudante é bastante conhecido pelo seu conteúdo extremamente útil aos vestibulandos. Lá você encontra testes, simulados, guia de profissões, teste vocacional e várias informações importantes. Vale a pena dar uma checada.

Depois de decidido o seu futuro, a única coisa que você tem a fazer é se esforçar para fazê-lo dar certo. Estude muito, faça estágios e não perca as oportunidades. Mas, acima de tudo, aproveite. Reserve sempre um tempo para o lazer. Ser feliz tanto na vida profissional quanto na vida pessoal é a maior realização que uma pessoa pode ter.

Por: Depois dos Quinze.

@viajantejeans

Anúncios

0 Responses to “O que ser daqui pra frente?!”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Verdade Feminina

A arte de saber a hora de se apegar e a hora de deixar

"Paraibana, modelo, detesta o meio termo. Pra mim só existe o sim, ou o não; O preto ou o branco. Odeio quem fica em cima do muro, ou ter que ficar em cima dele."

welcome

  • 546,328 acessos diários

" se tudo que quiséssemos acontecesse de uma hora para outra. Teriamos respostas para todas nossas perguntas e dúvidas, saberiamos o verdadeiro significado do amor e porque o céu é azul! "

Sabe quando você sente que precisa escrever mas não escreve porque tem medo de sentir?

Procurando

Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.

@viajantejeans

Contato ,dicas & criticas

jeansviajante@hotmail.com

%d blogueiros gostam disto: